Parapsicologia Clínica, Psicoterapia de Vidas Passadas e Pesquisa Científica da Retrocognição

Acesse meus ensaios sobre minhas experiências retrocognitivas, de terceiros e implicações científicas.

Conscienciologia, Projeciologia, Projeção Lúcida da Consciência para Fora do Corpo Biológico, Afins

Acesse meus ensaios sobre minhas primeiras experiências extracorpóreas ainda no útero de minha mãe até minha idade atual.

Holocosmologia, Samadhiologia (Serenologia), Função Psi-Ómicron, Meditação Micro e Macrocósmica, Afins

Acesse meus ensaios sobre a Holocosmologia e o método para o acesso holocósmico.

Extraterrestriologia, Ufologia Avançada, Parapsicologia Experimental (psi-ómicron) e Autoexperimentação Parapsíquica

Acesse meus ensaios sobre a correlação entre os fenômenos psi-ómicron, Extraterrestriologia, a Ufologia Avançada e experimentação direta.

19.11.20

Paracosmologia ou Holocosmologia?

Acesso ao holocampo - Pleiades 
e poeira cósmica.
Autor: Fernando Salvino
Fernando Salvino, MSc.
Parapsicólogo, Projeciólogo e Concienciólogo.
Pesquisador da Holocosmologia.
Coordenador do LAC - Laboratório de Autopesquisa Avançada da Consciência.
Espaço Tao Psi - Parapsicologia Clínica
Projeto Amanhecer HU UFSC

 

A Cosmologia "é a Ciência que estuda a estrutura, evolução e composição do universo." (ROSENFELD, In Sociedade Brasileira de Física, disponível em: clique aqui).

Isto posto, convém expandir este conceito do mesmo modo como o conceito de Psicologia foi expandido para o de Parapsicologia. Antes de examinarmos esta questão irei expor o que significa o prefixo "para" de forma a elucidar inicialmente a etimologia para após, evidenciar o que vem a ser Paracosmologia.

O prefixo "para", de acordo com o Dicionário de Elementos Mórficos Houaiss, vem do "adv.prep.gr. pará 'junto; ao lado de; ao longo de; para além de'". Assim, pode tanto significar o que está ao lado, ao longo ou para além daquilo o qual se refere, no caso, a Cosmologia.

A Paracosmologia, etimologicamente falando, é a ciência (logia) que estuda a estrutura, evolução e composição do universo além, ao longo ou ao lado da Cosmologia. Porém quando se trata do prefixo "para" aplicado em uma ciência, como foi o caso da Parapsicologia, este prefixo é usado para evidenciar o que está além dos limites daquela tal ciência, que, por outro modo também a engloba. Porém, a tal ciência é incapaz de esclarecer determinados fenômenos que estariam dentro de seu objeto mas seu paradigma não o alcança para fins de investigação. 

Inicialmente parece que as coisas vão se esclarecendo até que seja necessário retomarmos o que significa Cosmos. Cosmos, de acordo com o mesmo Houaiss vem do "gr. kósmos,ou 'ordem, conveniência, organização, ordem do universo, mundo, universo'". Isto significa que Cosmos é ao mesmo tempo o Universo e do outro lado a Ordem Universal, sendo que ainda ordem significa "relação inteligível estabelecida entre uma pluralidade de elementos; organização, estrutura". Como uma relação inteligível não tem a inteligência como componente fundamental deste mesmo Cosmos? 

O assunto vai se tornando complexo em um nível sendo que neste ensaio não vou me ater numa extrema complexidade que já me propus entrar noutros ensaios de Holocosmologia, especialmente sobre a irracionalidade do modelo cosmológico padrão, ou o Big Bang que sustenta de forma geral a Cosmologia aceita atualmente.

A Paracosmologia se propõe a investigar o Cosmos a partir de uma ótica que é derivada de uma outra ciência, chamada de Projeciologia, sendo que esta gera uma outra ciência, a Conscienciologia. Entramos num território arriscado, pois estas ciências sequer são consideradas ciências pelos ditames ortodoxos acadêmicos, o que neste texto realmente descartarei pois a Projeciologia e Conscienciologia são, com todas as letras, ciências, assim como a Parapsicologia, donde a Projeciologia é uma derivação, para fins de investigar as manifestações do que chamamos consciência para fora do corpo biológico. Mas a consciência pode se manifestar fora do corpo? Como isto pode ocorrer? Numa outra dimensão?  E ainda fora deste planeta Terra? A partir desta experiência podemos evdenciar a existência de inteligências extraterrestres? Este é o fundamento experimental da Paracosmologia, mas que é objeto da Projeciologia. A Paracosmologia seria então um ramo da Projeciologia, ou a Cosmoprojeciologia. Eu considero bastante convincente expressar que Paracosmologia seja sinônimo de Cosmoprojeciologia, como eu mesmo já denominei noutro ensaio publicado neste espaço livre de ciência.

A Paracosmologia visa investigar este Cosmos o qual a consciência se manifesta quando fora do Cosmo físico, ou  noutras palavras, o Cosmo assim considerado Universo pelos ditames da Cosmologia que vou chamar aqui de estabelecida ou oficial.

As investigações projeciológicas da manifestação extracorpórea da consciência evidenciam que o Cosmo não é composto somente de materia, energia, etc. Diz ainda Rosenfeld:

"Eis a receita de universo: 5% de átomos, 25% de uma partícula elementar ainda não descoberta e 70% de um meio difuso com propriedades exóticas (pressão negativa), cuja origem não conhecemos ainda."

É interessante correlacionarmos que os 5% de átomos, os 25% de algo desconhecido e mais 70% de um meio difuso que não conhecemos a origem seja o que compõe o Universo!

Ora, os 95% desconhecidos seria o que está além do que a Cosmologia investiga? 

Assim, a Paracosmologia tem como escopo investigar os 95% do Cosmos?

Isto parece ser até sedutor afirmar que sim, mas penso que não. A Paracosmologia visa investigar o Cosmos o qual a consciência penetra quando se acha fora de seu próprio corpo físico ou biológico. Uma outra dimensão? Um outro Universo dentro da ótica dos Pluriversos? Uma outra brana dentro da teoria do Universo Membrana? Uma outra dimensão dentre as 10 apontadas pela Teoria de Cordas? E assim começamos a compreender do que se trata a Paracosmologia (ou Cosmoprojeciologia).

A consciência, o que já podemos afirmar apoiado em evidências relativamente seguras, se manifesta não somente através de um corpo biológico como este que uso para digitar este texto. Usamos outros corpos também por mais estranho que isto possa parecer e necessitamos migrar para outro ramo da Filosofia, a Ontologia. O sujeito de pesquisa que é, no caso, o Cosmólogo.

O Cosmólogo é antes de tudo um sujeito-consciência que detém não somente seu corpo biológico mas, uma série de outros veículos que podemos seguramente situar como sendo pelo menos mais dois veículos: o veículo que adentra no mesmo Cosmo físico mas numa dimensão extra, que podemos aqui chamar para fins deste ensaio de dimensão extrafísica ou parafísica. Ela é uma dimensão física porque quando estamos projetados nesta dimensão observamos o mesmo Cosmo físico mas de um ponto de vista diferente. E um outro corpo que adentra numa dimensão transcendental, chamada de dimensão mental, consciencial, puramente holocósmica. Pode até parecer que seja místico tudo isto, mas não é. Eu mesmo experimentalmente já vivenciei isto e posso garantir que é até mais real que tudo que vivo nesta dimensão.

A Cosmólogo fora de seu corpo, projetado nesta paradimensão ou a dimensão parafísica, não está sujeito a pressão gravitacional como está quando "dentro" de seu corpo (sobre a topologia da consciência e o problema de sua localização, se dentro, fora, não será objeto de investigação aqui), assim como pode atravessar estruturas materiais, e mesmo não tendo pulmões pode flutuar para fora do Planeta numa verdadeira excursão astronômica livre dos telescópios e outras instrumentações físicas. Assim, esta Paracosmologia evidencia que a consciência também compõe o Cosmo assim como estes 95% desconhecidos pode em grande medida se referir a um gigantesco Cosmo multidimensional, existente e povoado de forma inteligente aqui e outras orbes do Universo. Sim, a inteligência extraterrestre é um fato que pode ser comprovado pelas excursões cosmoprojeciológicas!

E onde adentra a Holocosmologia?

A Holocosmologia não é sinônimo de Paracosmologia. Holo, pelo mesmo Dicionário de Elementos Mórficos Houaiss, é antepositivo "do gr. hólos,é,on 'total, completo, inteiro'". A Holocosmologia é a ciência não do Paracosmos, mas do Holocosmos, ou seja, do Cosmos em sua totalidade e não em sua dualidade, na divisão Cosmos e Paracosmos, Físico e Extrafísico.

O Holocosmo é tudo e o além, é o que foi, o que é e o que será e seu tornar-se infinito, sem começo e sem fim. O físico e extrafísico entrelaçados e indissociáveis num holomovimento infinito! Os dois Cosmos, o Cosmos e o Paracosmos são o mesmo e único Cosmos: o Holocosmo. A Holocosmologia é a ciência máxima, e como disse Carl Sagan, o Cosmos é:

"tudo o que já foi, tudo o que é e tudo que será."